O projeto ACC-PHYTO (Antarctic Circumpolar Current fronts interactions around Crouzet Plateau regulating phytoplankton assemblage) é parte da colaboração firmada entre o Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR) e o Centro Nacional de Pesquisas Antárticas e Oceânicas da Índia (NCAOR). O projeto contribui com os estudos do oceano Austral conduzidos pelo Grupo de Oceanografia de Altas Latitudes (GOAL - www.goal.furg.br). O GOAL é um grupo de pesquisa multidisciplinar composto por pesquisadores e estudantes de diversas instituições brasileiras, além de colaboradores internacionais. As atividades do grupo estão focadas nas seguintes áreas do conhecimento: Oceanografia Física, Oceanografia Biológica, Oceanografia Química, Bio-ótica e Sensoriamento Remoto, Interações Oceano-Atmosfera-Criosfera e Modelagem Oceânica e Climática.

Dentro deste contexto, o projeto ACC-PHYTO estará investigando a estrutura física da Corrente Circumpolar Antártica (ACC) e as interações físico-biológicas no setor Índico do oceano Austral. Esta região é historicamente subamostrada. O sistema de correntes e frentes da ACC é extremamente importante para estudos climáticos globais, uma vez que atua como uma barreira física para a troca de massas de água polar e subtropical. Por outro lado, o sistema da ACC conecta todas as principais bacias oceânicas globais, atuando como um importante elo para os fluxos de calor, sal e momentum. Os sistemas de frentes da região são extremamente dinâmicos e sua variabilidade espaço-temporal tem sido estudada por sensoriamento remoto. As imagens são normalmente distribuídas livremente por diversas agências espaciais (e.g. NASA e ESA), possibilitando o uso desta ferramenta em conjunto com os dados hidrográficos históricos e em fase de recente aquisição. Análises biológicas para determinação dos pigmentos fotossintéticos, através da técnica de cromatografia líquida (HPLC), serão realizadas em laboratório posterior as atividades de campo, complementando os esforços amostrais do projeto.

Os objetivos centrais do projeto são:

  • identificar a posição e a variabilidade espaço-temporal das principais frentes do sistema da ACC no setor Índico do oceano Austral, através das imagens de cor e temperatura do sensor MODIS;
  • estudar a composição das comunidades fitoplanctônica da região, através de pigmentos fotossintéticos e biomarcadores taxonômicos;
  • determinar a relação existente entre as comunidades fitoplanctônicas e a zonação de frentes da ACC.

 

Coordenador: Dr. Carlos Alberto Eiras Garcia (IO/FURG)

Coordenador Substituto: Dr. Rodrigo Kerr (IO/FURG)

Coordenador Substituto: Carlos Rafael B. Mendes (IO/FURG)